Calculadora de ROI: para que servem e como calcular em um projeto?

Quando pensamos na gestão de um negócio, e na implementação de estratégias para aumentar o desempenho dele, é fácil chegar à conclusão de que o uso de ferramentas, como a calculadora de ROI, tende a tornar essas tarefas muito mais simples.

Basicamente, essa ferramenta pode ser descrita como uma funcionalidade de softwares de gestão inteligentes. Por meio dela, o Retorno Sobre Investimento (ROI) pode ser calculado automaticamente. Uma vez que a tarefa é executada por um software, fatores como o erro humano são eliminados, o que torna o resultado do cálculo muito mais confiável.

Você gostaria de aprender mais a respeito dessa tecnologia e descobrir como ela pode beneficiar o seu negócio, simplificando a apuração do Retorno Sobre Investimento? Leia o artigo e descubra as vantagens da calculadora de ROI para a sua empresa!

Afinal, o que é o Retorno Sobre Investimento?

Sempre que uma empresa faz um investimento, é natural que ela espere receber resultados em um determinado espaço de tempo. A grande questão é que, sem uma métrica para que os gestores avaliem os resultados entregues por cada investimento, a tarefa de alocar capital seria muito complexa.

O ROI surgiu como uma solução para esse problema. Ao fazer uso do indicador, o time de gestão é capaz de observar de uma maneira clara e precisa o retorno que cada aplicação de capital auferiu para a empresa.

Como resultado, os líderes e gestores se tornaram capazes de diferenciar os investimentos realmente vantajosos para a empresa das aplicações que não entregam resultados relevantes, ou que geram prejuízo. O que abriu espaço para que o processo de tomada de decisão, relacionado à alocação de recursos, se tornasse muito mais simples.

Como funciona o cálculo do ROI?

Embora o Retorno Sobre Investimento seja um indicador muito importante, o cálculo dele é bem simples. Basicamente, ele exige que o investimento seja deduzido do retorno entregue por ele. O resultado apurado deve ser dividido pelo valor do investimento. Essa sequência de eventos pode ser observada mais claramente por meio da seguinte fórmula:

ROI = (retorno do investimento – capital investido) / capital investido

Exemplo de cálculo de ROI

Para otimizar sua operação, uma empresa investiu R$ 50 mil na contratação de um software especializado para implementar uma estratégia de Business Intelligence, baseada em dados. Como resultado, a empresa recebeu um retorno de R$ 400 mil.

Nesse caso, o cálculo seria feito dessa maneira:

ROI = (400.000 – 50.000) / 50.000

ROI = 350.000 / 50.000 = 7

Nessa etapa, tudo o que resta fazer é multiplicar o resultado por 100 para que o valor percentual seja apurado.

ROI = 7 x 100 = 700

Portanto, o retorno sobre esse investimento foi de 700%.

Por que usar uma calculadora de ROI?

É importante ressaltar que, embora o cálculo do ROI não seja complexo, o volume de informação pode torná-lo muito complicado. Quando uma empresa precisa lidar com vários investimentos diferentes, o que não é tão incomum, diferenciar o retorno de cada aplicação demanda muito cuidado e atenção.

Sempre que essa tarefa é confiada a um colaborador humano, por mais responsável e empenhado que ele seja, ela pode ser comprometida pelo fator de erro humano. Levando em consideração a importância do Retorno Sobre Investimento, e os resultados negativos que equívocos em seu cálculo podem acarretar, é fácil chegar à conclusão de que essa não é a melhor opção.

Nesse contexto, confiar a apuração do Retorno Sobre Investimento a um software com calculadora de ROI, automatizando o processo, é a solução mais eficiente. Afinal, ao seguir esse caminho, a empresa não apenas elimina o erro humano, mas ainda agiliza todo o processo.

Na verdade, a aplicação dessa estratégia pode até mesmo levar a empresa a fazer um uso mais efetivo da tecnologia, automatizando outras tarefas que podem ser confiadas a um software. Como resultado, seus colaboradores podem ser alocados em posições mais estratégicas, o que tende a torná-los mais produtivos.

Quais erros evitar no cálculo do ROI?

Como pudemos observar, o ROI é um indicador muito útil para empresas. Para que ele de fato entregue resultados, porém, é importante que os responsáveis por calculá-lo tomem alguns cuidados. Continue a leitura e confira alguns exemplos!

Uso de métricas equivocadas

Um dos problemas mais comuns, quando pensamos no Retorno Sobre Investimento e no uso da calculadora de ROI, são as comparações com métricas equivocadas, ou analisadas de modo incorreto.

Isso acontece porque tais comparações podem levar o time de gestão a desconsiderar o ROI e a seguir com estratégias que não são eficientes.

Digamos que uma campanha de marketing tenha feito com que um grande fluxo de pessoas comece a ir a uma determinada loja. Observando apenas a loja cheia, sem considerar se as pessoas que a visitam de fato se tornam clientes, realizando uma compra, pode induzir seus donos ao erro.

Portanto, se o Retorno Sobre Investimento apontar que os resultados de uma estratégia não são positivos, cabe à gestão analisar com mais atenção todas as métricas e indicadores em ação, para que, assim, a causa da divergência seja identificada.

Falta de paciência com a estratégia implementada

Embora seja importante reavaliar uma estratégia quando a apuração do ROI aponta que o investimento não está entregando os resultados esperados, é importante levar em consideração que, muitas vezes, o projeto precisa de algum tempo para dar frutos.

Nesse caso, simplesmente abandonar a estratégia, ou fazer grandes mudanças nela, pode levar a empresa a perder o lucro que, em determinado tempo, seria alcançado.

Para evitar esse problema, o ideal é que cada projeto seja feito com uma estimativa do tempo médio para que seus retornos sejam apurados. Essa atitude abre espaço para que apurações periódicas do Retorno Sobre Investimento apontem se os resultados de fato estão surgindo.

Em um mercado altamente competitivo, o modo como as empresas utilizam seus recursos impacta diretamente em seus resultados. Por essa razão, indicadores como o ROI, capazes de otimizar a alocação de recursos, devem ser amplamente utilizados.

Agora que você entende o que é o Retorno Sobre Investimento, e sabe como usar a calculadora de ROI, que tal aprender mais a respeito da implementação desse indicador? Descubra como calcular o ROI no TI da sua empresa!  

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.