Entenda quais as vantagens e como migrar para a nuvem (cloud)

Impulsionar a inovação na empresa, reduzir custos e otimizar processos: esses são alguns dos principais resultados que você consegue ao migrar para cloud. Apesar de ser uma tecnologia nova, protagonista do novo cenário da transformação digital, ela já revolucionou o modo como as organizações gerenciam seus recursos tecnológicos.

Novos paradigmas se formam a partir dessa inovação disruptiva, e a necessidade de adaptação é grande. Agora, para estabelecer migração dos sistemas para a nuvem, é preciso considerar alguns fatores e práticas importantes. Assim, pode-se começar rapidamente e, em pouco tempo, alcançar os benefícios incríveis que ela proporciona.

Se quiser aprender sobre o assunto, não deixe de conferir este artigo.

Por que migrar para cloud computing?

A computação em nuvem gera diversas vantagens para as empresas. Uma delas é o aumento de segurança e proteção para os dados internos, graças a uma série de mecanismos como: recuperação de desastres, redundância de servidores, backups, criptografia e monitoramento 24/7.

Outro benefício é a escalabilidade. Como os sistemas na nuvem são organizados em pacotes, sempre que necessitar de mais recursos, a empresa só terá de contratar um pacote mais robusto. Esse aumento pode ser feito automaticamente, de maneira elástica. Ou seja, a solução é flexível e se adapta às necessidades em todas as fases de crescimento.

A redução de custos é significativa também. A gestão não precisará mais arcar com espaço físico para equipamentos reais nem com refrigeração para data centers, por exemplo. Tudo é simples de pagar, de acordo com o uso. Não há risco de comprar componentes que não serão usados.

Além disso, a nuvem representa o que há de melhor no mercado em termos de disponibilidade e estabilidade dos sistemas. Com o apoio da redundância, é possível manter as operações normais, com os servidores fortes e consistentes. O monitoramento ajuda a evitar problemas de quedas e a garantir a melhor solução para as demandas.

Como fazer a migração para a nuvem?

Para migrar para cloud, é preciso inicialmente avaliar qual modelo será o mais adequado para as operações da empresa. Essa tecnologia pode ser privada, pública, híbrida, bem como envolver tipos diferentes de acordo com os recursos (SaaS, PaaS, IaaS).

Então, é interessante definir o que exatamente será migrado para a nuvem. Nessa etapa, a companhia deve estabelecer se vai adotar alguma estratégia de combinar a cloud com sistemas on-premises, por exemplo.

Outra dica é determinar os profissionais envolvidos no projeto e quais serão as responsabilidades de cada um. Na sequência, é fundamental criar etapas para tornar o processo mais organizado, como análise, testes, aplicação e monitoramento. Isso garantirá que ele seja realizado gradualmente de modo a evitar erros, gargalos e retrabalho.

Lembrando que é recomendado monitorar e controlar cada fase, a fim de ajustar os erros e realizar uma expansão segura da nuvem para todas as necessidades da empresa.

Por fim, vale a pena contar com o apoio de parceiras especializadas, pois elas ajudam com expertise e removem o peso do seu time interno. Assim, a migração ocorrerá de forma segura e bem-sucedida, sem erros e com o melhor aproveitamento.

Migrar para cloud é um processo necessário para que as empresas otimizem seus processos e eliminem desperdícios. Com esse tipo de infraestrutura, torna-se viável desenvolver tecnologias robustas, utilizar softwares funcionais para o dia a dia e garantir estabilidade dos servidores.

Agora que você já conhece essas dicas valiosas, entre em contato com a Kazap e assegure as soluções cloud ideais para sua empresa.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.