Por que governança de TI é tão importante?

Com a transformação digital em curso, a tecnologia está cada vez mais dominante nos ambientes empresariais. A adoção de ferramentas tecnológicas permite às empresas responderem às demandas de mercado com agilidade, automatizando processos, reduzindo custos e aumentando os índices de inovação. Para que tudo isso seja possível, é importante que haja um alinhamento de estratégias, o que pode ser propiciado por uma boa governança de TI.

Gradativamente, as empresas devem suprir as necessidades mais altas por qualidade, de modo a se adaptar às novas legislações do setor e entregar um retorno positivo sobre os investimentos digitais. Além disso, há a própria pressão do mercado, com clientes e parceiros comerciais cada vez mais exigentes e concorrência pesada, o que estimula a empresa a inovar, ampliar a capacidade produtiva e reduzir a margem de erros.

Neste post, vamos entender por que uma boa governança de TI é tão importante e como ela contribui para que a empresa consiga atender a demandas cada vez mais exigentes. Confira!

O que é governança de TI?

A governança de TI nada mais é do que uma estratégia aplicada a empresas que pretendem alinhar suas políticas de TI — privacidade, segurança digital e manutenção de ativos virtuais — às demandas do negócio como um todo.

Para alcançar esse objetivo, o departamento de TI deve focar as rotinas na qualidade operacional. Quando bem estruturada, o resultado é que os colaboradores passam a trabalhar com sistemas mais confiáveis, menos vulneráveis e com mais performance.

É nesse processo que as políticas do setor de TI são alinhadas com as expectativas da direção dos demais setores da empresa. Nesse cenário, o departamento de TI tem a oportunidade de transformar seus ativos de TI em ferramentas que possibilitam a todos os profissionais da empresa alcançarem seus objetivos, ampliando a capacidade competitiva da empresa como um todo.

Tudo isso acontece com a utilização de ferramentas de segurança, a avaliação dos indicadores certos e o auxílio de sistemas de monitoramento de recursos.

Por que ter uma boa governança de TI é tão importante?

Agora que já sabemos o que é a governança de TI, vamos entender a importância que ela tem para as empresas.

Ajuda na otimização de recursos

Independentemente do porte ou segmento, toda empresa precisa ter um controle de seus recursos, para que a cadeia produtiva siga fluindo com qualidade. Com uma boa governança de TI, a empresa pode contar com as melhores ferramentas, as quais permitem a avaliação dos recursos disponíveis. Isso possibilita um uso mais consciente e um melhor planejamento de investimentos pontuais de acordo com as demandas da empresa.

Contribui para a redução de riscos

Quando a empresa adota a governança de TI, com um bom gerenciamento de riscos, passa a ter um controle maior sobre as vulnerabilidades que o sistema apresenta e pode prever com mais precisão os prováveis riscos que possam vir a acontecer e atrapalhar o andamento dos negócios.

A gestão de risco é responsável pela avaliação constante das vulnerabilidades em relação à segurança de dados. É necessário que haja a criação de um plano de contingência para lidar com serviços mais críticos se houver perigo de falhas, a fim de que exista uma recuperação rápida e a menor perda produtiva possível.

Permite um melhor acompanhamento das métricas

Durante um bom tempo, as decisões nas empresas eram tomadas com base em intuições ou em dados escassos e sem precisão. Com o Big Data e as ferramentas de estruturação de dados, as decisões passaram as ser tomadas com base em métricas bem definidas e de acordo com as demandas de cada empresa, permitindo a criação de uma cultura Data Driven.

Além disso, com métricas e indicadores adequadamente estabelecidos, a empresa pode trabalhar com base em análises preditivas, as quais permitem uma avaliação de possíveis eventos futuros, viabilizando a antecipação de tendências e movimentações de mercado.

Qual a diferença entre governança de TI e gestão de TI?

Muita gente acha que gestão de TI e governança de TI são sinônimos, porém isso não é verdade. Como vimos, a governança de TI atua como um mecanismo que estabelece políticas e regulações que permitem um maior direcionamento e uma maior fiscalização do TI em uma empresa, além de alinhar o setor aos objetivos da corporação.

Já a gestão de TI tem relação com o dia a dia da tecnologia de informação da empresa, com foco na entrega dos melhores serviços e no melhor desempenho dos negócios. É a gestão de TI que estabelece os processos, mobiliza a equipe em busca de um objetivo específico e monitora os indicadores para otimizar os processos.

Como acontece com a governança, a gestão de TI deve ser feita por toda a equipe e não apenas pelo CIO.

Entenda o papel da governança de TI

Podemos dividir as atribuições da governança de TI em dois tópicos: o direcionamento dos processos de TI e o monitoramento do cumprimento das regras estabelecidas. 

Direcionar os processos de TI

Significa que a governança deve definir como funcionam as coisas no setor de Tecnologia da Informação. É na governança que são estabelecidos, por exemplo, toda a política de segurança da empresa e os planos de alinhamento do setor às estratégias de negócios.

Monitorar o cumprimento das regras estabelecidas

Direcionar sem monitorar não garante o alinhamento das estratégias, por isso cabe à governança verificar se suas políticas e normas estão sendo seguidas de forma correta.

Entenda o papel da gestão de TI

As principais atribuições da gestão de TI podem ser separadas em quatro tópicos, que vão da manutenção do desempenho dos serviços até a gestão da equipe em si. 

Preservar o desempenho de serviços

É a gestão de TI que toma as decisões que terão impacto na entrega de serviços com a performance desejada, sempre com agilidade e qualidade.

Promover a transformação digital da empresa

É papel da gestão de TI identificar e trazer as inovações que gerarão valor para a empresa, promovendo assim a transformação digital.

Manter a satisfação dos usuários e clientes dos serviços

A maioria das metodologias ágeis de TI trabalham com entregas e feedbacks constantes, para garantir que os produtos ou serviços estão de acordo com as demandas da empresa.

Fazer a gestão da equipe

Além de escolher os profissionais mais adequados, a gestão de TI deve mantê-los preparados, qualificados e motivados.

Esperamos que, após a leitura deste post, você tenha entendido o que é governança de TI e qual a sua importância para alinhar o setor de Tecnologia da Informação às demandas da empresa como um todo. Além disso, torcemos para que tenha ficado clara a diferença entre gestão de TI e governança de TI, dois termos que são constantemente confundidos.

Gostou do artigo? Então, ajude-nos a divulgar compartilhando-o em suas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.