4 dicas essenciais para se proteger de ataques phishing

Embora o avanço da tecnologia e a otimização da interação entre indivíduos sejam benéficos, isso também tem o potencial de acarretar uma série de riscos. Dentre eles, o ataque phishing é tido como um dos mais perigosos e atuais.

Basicamente, nesse tipo de ataque, um indivíduo mal-intencionado se passa por uma pessoa ou instituição confiável para roubar informações sensíveis de terceiros. Esses dados podem ser usados em fraudes e outras atividades prejudiciais, como a espionagem industrial.

Felizmente, os riscos atrelados a esse golpe podem ser reduzidos por meio de algumas soluções simples. Leia o artigo e descubra 4 dicas práticas para proteger sua empresa de um ataque phishing!

1. Tenha cuidado com links e mensagens de terceiros

Na era em que dados estratégicos são extremamente valiosos, organizações criminosas têm utilizado estratégias maliciosas, como o phishing. Como nesse tipo de ataque o criminoso costuma se passar por alguém de confiança, é necessário que gestores e colaboradores tenham o devido cuidado com seus e-mails, evitando ao máximo abrir mensagens de estranhos ou clicar em links suspeitos.

Esse cuidado é vital, pois, embora as empresas responsáveis por esse serviço costumem contar com medidas de segurança, organizações e pessoas mal-intencionadas estão preparadas para ultrapassá-las.

Para lidar com esse problema, é importante que a empresa adote soluções e softwares de segurança próprios. Além disso, é fundamental que esses sistemas sejam atualizados constantemente para lidar com a evolução natural das ameaças.

2. Verifique a confiabilidade de sites

Outra prática muito adotada por responsáveis pelo ataque phishing é a criação de uma cópia das páginas de sites de empresas sérias, como bancos ou até mesmo redes sociais. Isso com a intenção de que, sem saber, o usuário digite seus dados pessoais no site clone, o que abre espaço para que os criminosos tenham acesso a eles.

Por esse motivo, é necessário verificar se a URL da página conta com um prefixo https, que serve como uma garantia de que é segura. Caso não tenha essa segurança, nenhuma informação importante, como login ou dados bancários, deve ser fornecida a ela.

3. Prepare os colaboradores para evitar riscos

À primeira vista, é possível que essas sugestões aparentem ser simples, mas a verdade é que, sem dar atenção a esses cuidados, muitas pessoas caem em golpes de ataque phishing.

Em um ambiente de trabalho, por exemplo, o cansaço natural que o colaborador sente depois de realizar suas tarefas, ou mesmo a sensação de segurança que ele pode ter em relação aos dispositivos da empresa, podem levá-lo a negligenciar esses riscos, agindo de modo descuidado.

Levando esses fatos em consideração, é interessante que o time de TI da empresa, em parceria com o RH, elabore campanhas de capacitação e conscientização, com a finalidade de alertar aos colaboradores sobre a importância dos cuidados com a proteção de dados.

4. Tenha uma estratégia de segurança ativa

Por fim, mais do que apenas contar com soluções defensivas, é necessário que as empresas tomem a iniciativa de implementar medidas para evitar o comprometimento de dados estratégicos. Dentre essas medidas, podemos citar o monitoramento dos dispositivos à disposição dos colaboradores, para verificar se eles têm acessado sites e páginas não relacionadas ao seu trabalho.

Além disso, a companhia pode criar uma rede interna de comunicação, vedando o acesso de seus dispositivos à internet. Atualmente, a informação é um dos ativos mais valiosos que uma empresa pode ter, portanto, medidas de segurança e proteção de dados são fundamentais. Nesse contexto, o uso de tecnologias mais inteligentes, como o machine learning, tem o potencial de fazer toda a diferença.

Por meio do machine learning, por exemplo, um software é capaz de compreender padrões e fatores para identificar o risco e a confiabilidade de páginas e mensagens, bloqueando e-mails e sites não confiáveis. Com essa ferramenta associada às demais dicas, as chances de sofrer um ataque phishing reduzem consideravelmente. No entanto, para que a tecnologia de fato seja eficiente, é necessário que ela seja desenvolvida e implementada por uma empresa séria e confiável, como a Kazap Tecnologia.

Gostou de ler sobre este assunto? Então curta a nossa página no Facebook para continuar por dentro dos temas mais úteis e relevantes para você e sua empresa! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.